Historieta digital pandémica

interacción por medio de un género multimodal

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18309/ranpoll.v52i2.1572

Palavras-chave:

Multimodalidad, Interacción, Construcción de sentidos

Resumo

En la sociedad contemporánea, marcada por conflictos de órdenes diversos y por concepciones ideológicas pronunciadas, circula una infinidad de textos, los que, por sus idiosincrasias, se hacen objeto de análisis de la Lingüística Aplicada. En esta coyuntura, la pandemia de Covid-19 planteó innumerables reflexiones acerca de la acción docente, la importancia del profesor y la invisibilidad de gran parte de su labor. En este contexto, una de las autoras del presente artículo elaboró una historieta digital con el título “El tiempo de clase”, que circula en redes sociales con un considerable índice de interacciones en Facebook. En este artículo se objetiva describir, analizar e interpretar la sobredicha historieta teniendo en cuenta su carácter multimodal. La investigación se hace bajo el paradigma interpretativista. A partir de los estudios de la Semiótica Social y de la Multimodalidad se interpretan y analizan los diferentes modos de lenguaje que componen la historieta así como las interacciones por ella desencadenadas. Los resultados hacen evidente la importancia de los recursos multimodales para la construcción de sentido y de la adecuación de los textos a los diferentes medios de difusión

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Amábile Drogui, UNESPAR

Mestre em Estudos da Linguagem pela UEL (2014), possui graduação em LETRAS - Português e Espanhol pela UEL-Universidade Estadual de Londrina (2002); Especialização em Língua Portuguesa pela UEL- (2004); Especialização em Ensino de Línguas Estrangeiras pela UEL - (2011). Atua como docente do curso Letras Espanhol, da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), campus de Apucarana. Desenvolve pesquisas relacionadas ao ensino de línguas estrangeiras com base nos gêneros textuais, às novas tecnologias de informação e comunicação e aos Letramentos acadêmicos. Atualmente é aluna de doutorado do Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem (PPGEL) da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Vera Lúcia Lopes Cristovão, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, Paraná, Brasil

Professora associada da Universidade Estadual de Londrina ( UEL), membro permanente do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem, membro da Comissão Coordenadora do PPGEL, líder do grupo de pesquisa Linguagem e Educação (LED) (UEL/CNPq), e pesquisadora do ALTER (USP/CNPq). Possui mestrado e doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem (LAEL, PUC-SP), com período sanduíche na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, da Universidade de Genebra. Tem estágio de Pós-Doutorado no LAEL-PUC-SP (2007-2008) , e no PPG em Estudos Linguísticos da UFMG (2012). Foi pesquisadora visitante na Universidade da Califórnia, campus de Santa Bárbara, EUA, com bolsa FULBRIGHT/CAPES (out-dez/2012), e pesquisadora visitante na Universidade de Carleton, Canadá (set/2017-fev/2018). É bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq desde 2013. É editora de textos em português da WACClearinghouse Latin America. É editora da Revista da ANPOLL e vice-coordenadora do GT de Gêneros Textuais/Discursos da ANPOLL. É coordenadora geral do Laboratório Integrado de Letramentos Acadêmico-Científicos (LILA), no Paraná. Atua na Linguística Aplicada com pesquisas em: gêneros textuais, educação inicial e continuada de professores de línguas, ensino de línguas, letramentos acadêmico-científicos e ambientais. 

Enrique Vetterli Nuesch, Universidade Estadual do Paraná, Apucarana, Paraná, Brasil

Professor Adjunto na UNESPAR - Universidade Estadual do Paraná, Campus de Apucarana, PR. Doutor em Estudos Literários pela UEL (Universidade Estadual de Londrina). Possui graduação em Letras - Língua Espanhola e Literaturas pela Universidade Federal de Santa Catarina (2004) e Mestrado em Teoria Literária pela mesma instituição (2007). Foi Professor Assistente I do curso de Letras: Língua e Literatura Portuguesa e Língua e Literatura Espanhola, Universidade Federal do Amazonas (Instituto de Natureza e Cultura de Benjamin Constant) entre 2009 e 2011. Tem experiência na área de Letras com ênfase em Teoria do Texto Digital e no ensino de literaturas de língua espanhola e teoria literária. 

Referências

ALMEIDA. M. I. S. et al. “Engaja-me e atraia-me, então eu compartilharei”: uma análise do impacto da categoria da postagem no marketing viral em uma rede social. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, São Paulo, v. 18, n. 62, p. 545-569 out - dez. 2016

BORTONI-RICARDO, S. M. O professor pesquisador: introdução à pesquisa qualitativa. São Paulo: Parábola, 2008.

CARVALHO, M. Emoções como forma de engajamento político: As reações no Facebook durante a prisão do ex-presidente Lula. Revista Entremeios, Puc-Rio, p.1-15, Edição 15, vol 1, jan-jun, 2019.

DROGUI, A. P. O tempo de aula. Reunir Letras, 2020. Disponível em: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=118057936569865&set=a.108746750834317&type=3. Acesso: 05 jul. 2021.

GAGICH, M. An Introduction to and Strategies for Multimodal Composing. In: DRISCOLL, D.; STEWART, M.; VETTER, M. (Eds). Writing Spaces: Readings on Writing. v.3. South Carolina: Parlor Press LLC, 2020.

KRESS, G. Multimodality: Challenges to thinking about language. TESOL Quarterly, 34, 2000. p. 337–340

KRESS, G. Multimodal teaching and learing: The Rhetorics of the Science Classroom. London: Continuum International Publishing, 2001.

KRESS, G. Multimodality. A social semiotic approach to contemporary communication. London: Routledge, 2009.

MARCUSCHI, L. A. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: DIONÍSIO, A. P.; MACHADO, A. R.; BEZERRA, M. A. (Org.). Gêneros textuais e ensino. 2. ed. Rio de Janeiro: Lacerna, 2003. p. 19-36.

NICOLAU, V; MAGALHÃES, H. Tirinhas Digitais: a criação de um novo gênero dos quadrinhos nas mídias digitais. In: V Simpósio Nacional ABCiber, 2011, Florianópolis, Anais Eletrônicos. http://abciber.org.br/simposio2011/anais/Trabalhos/artigos/Eixo%201/8.E1/325-514-1-RV.pdf. Disponível em: acesso em 13/11/2020.

PONTARA, C. L.; CRISTOVÃO, V. L. L. Sequência Didática de gêneros dos quadrinhos para o ensino de língua inglesa – possibilidades e desafios. Revista X, v. 15, n. 2, p. 153-184, 2020.

RAMOS, P. Tiras cômicas em suportes digitais. Estudos Linguísticos, São Paulo, 44 (2), p. 770-783, maio-ago. 2015.

RECUERO, R. Curtir, compartilhar, comentar: trabalho de face, conversação e redes sociais no Facebook. Revista Verso e Reverso, Unisinos, v. 68, p. 114-124, maio-agosto 2014.

REUNIR LETRAS, Facebook. Disponível em https://www.facebook.com/reunir.letras.5 . Acesso 08 dez. 2020.

Publicado

2021-11-18

Como Citar

Piacentine Drogui, A. P. D., Lopes Cristovão, V. L. ., & Vetterli Nuesch, E. . (2021). Historieta digital pandémica: interacción por medio de un género multimodal. Revista Da Anpoll, 52(2), 218–237. https://doi.org/10.18309/ranpoll.v52i2.1572