LITERATURA, CULTURA E NACIONALISMO BRASILEIROS NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX: O CASO DE JUVENAL GALENO (1836-1931)

Autores

  • Cristina Betioli Ribeiro Marques Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)

DOI:

https://doi.org/10.18309/anp.v1i41.935

Palavras-chave:

Juvenal Galeno, Literatura brasileira, Cultura popular, Nacionalismo, Folcloristas

Resumo

Este artigo procura mostrar, a partir da análise do lançamento e da recepção das primeiras obras literárias do escritor cearense Juvenal Galeno, como se deu o processo inicial de incorporação da cultura popular como mote nacionalista para a literatura brasileira, na segunda metade do século XIX. Trata-se do momento em que o projeto cientificista de investigação da formação da cultura brasileira está em gestação, prestes a ser fomentado pela geração de bacharéis formados pela Escola de Recife, nos anos 1870.

 

Creative Commons License 
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Cristina Betioli Ribeiro Marques, Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)

Cristina Betioli Ribeiro Marques possui Graduação em Letras (1998), Mestrado (2003) e Doutorado (2008) em Teoria e História Literária pela UNICAMP. Sua área de pesquisa concentra-se na interface entre Literatura Brasileira, estudos culturais e língua portuguesa, atuando principalmente com o gênero romance no século XIX e ideias linguísticas sobre o português brasileiro. Foi coordenadora do curso de Letras da Faculdade Anhanguera de Indaiatuba e lá lecionou, nos cursos de Letras e Pedagogia. Também ministrou aulas de Língua Portuguesa nos cursos de graduação da FACAMP (Campinas-SP) e atuou como docente na pós-graduação da Faculdade Anhanguera de Campinas (Unidade 3) e do Centro Universitário Padre Anchieta (Jundiaí-SP). Entre 2010 e 2013, foi assessora acadêmica na Extensão Comunitária do grupo Anhanguera Educacional. Atualmente, integra o quadro docente do curso de Letras da PUC-Campinas (SP).

Principais publicações: capítulo “Franklin Távora e o Norte no romance brasileiro”, no livro Trajetórias do romance: circulação, leitura e escrita nos séculos XVIII e XIX (Mercado de Letras/ Fapesp, 2008); prefácio para o romance O Cabeleira (Martin Claret, 2014); prefácio para o romance Luzia-Homem (Martin Claret, 2016, no prelo); livro Um Norte para o romance brasileiro: Franklin Távora entre os primeiros folcloristas (Editora da Unicamp, 2016, no prelo); prefácio para o diário de expedição Canudos, de Euclides da Cunha (Martin Claret, 2016, no prelo).

Downloads

Publicado

2016-12-30

Como Citar

Betioli Ribeiro Marques, C. (2016). LITERATURA, CULTURA E NACIONALISMO BRASILEIROS NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX: O CASO DE JUVENAL GALENO (1836-1931). Revista Da Anpoll, 1(41), 64–74. https://doi.org/10.18309/anp.v1i41.935

Edição

Seção

I. MEMÓRIA, IDENTIDADE, HISTÓRIA