A audiodescrição de filmes de arte: um estudo sobre a recepção de O grão

Klístenes Bastos Braga, Vera Lúcia Santiago Araújo, Jefferson Fernandes Alves

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar os resultados de uma pesquisa que investigou a recepção de um grupo de pessoas com deficiência visual à versão audiodescrita do filme O Grão (2007). O filme conta a história de uma família no sertão nordestino, que sobrevive com dificuldades. Possui uma narrativa mais frouxa, com poucos diálogos, muitos planos fixos e tomadas contemplativas. Diante da constatação de que o filme de arte é um desafio até para quem enxerga, exibimos a audiodescrição de O Grão para quatro participantes, dos quais dois com deficiência visual total de nascença e dois com baixa visão. Utilizamos como instrumentos de pesquisa um questionário pré-coleta, o qual definiu o perfil dos participantes, um relato livre dos participantes, que investigou sua compreensão do filme, e um relato guiado, que tratou de questões voltadas para a avaliação dos elementos narratológicos do roteiro. Os resultados apontaram para a eficácia da audiodescrição na promoção de acessibilidade de pessoas com deficiência visual ao filme em questão.


Palavras-chave


Acessibilidade; Audiodescrição de Filmes; Deficiência Visual; Tradução Audiovisual

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i44.1172

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2018 Klístenes Bastos Braga, Vera Lúcia Santiago Araújo, Jefferson Fernandes Alves

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.