Ensino de língua via análise linguística no livro didático

um redirecionamento da abordagem das orações subordinadas adverbiais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18309/ranpoll.v53i1.1626

Palavras-chave:

Análise linguística, Livro didático, Orações subordinadas adverbiais, Ensino de língua

Resumo

Com o desenvolvimento de estudos linguísticos que priorizaram a linguagem em funcionamento, considerando os seus usos situados, contextualizados e significativos para a formação de cidadãos, esperava-se uma abordagem semelhante da língua no livro didático, o qual se configura, muitas das vezes, como único recurso do professor em sala de aula. Dado o exposto, partindo da perspectiva teórico-metodológica da Análise Linguística, a partir dos pressupostos de Geraldi (2012), Bezerra e Reinaldo (2020), dentre outros, que consideram a língua como sistema dinâmico e interativo, o objetivo deste trabalho foi o de analisar a abordagem das Orações Subordinadas Adverbiais, mais especificamente, em atividades no livro didático Gramática Reflexiva: Texto, semântica e interação, de Cereja e Magalhães (2009), com vistas a propor um redirecionamento do tratamento dispensado ao ensino de gramática via análise linguística nestas atividades. Para tanto, procedeu-se com o desenvolvimento de uma investigação qualitativo-interpretativista e documental (SILVEIRA; CÓRDOVA, 2009). Assim, percebeu-se que, apesar de as atividades do livro didático já contemplarem, em certa medida, um procedimento de ensino gramatical próximo ao da análise linguística, novos caminhos ainda podem ser percorridos para que o referido tópico seja articulado de forma mais contextualizada e com foco, realmente, nos usos reais da língua. Ainda, diante das análises empreendidas, evidenciou-se a necessidade de que a formação de professores de português seja repensada de modo a contemplar a perspectiva da análise linguística, a fim de que eles possam escolher melhor os próprios livros didáticos que norteiam o seu fazer pedagógico ou, até mesmo, que eles possam reformular atividades e/ou produzi-las no viés da análise linguística.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Guilherme Moés, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Paraíba, Brasil

Graduado em Letras/Português (UEPB). 

Dalva Lobão Assis, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Paraíba, Brasil

Doutora em Linguística (UFPB).

Referências

BEZERRA, Maria Auxiliadora; REINALDO, Maria Augusta. Análise linguística: afinal a que se refere? – 2.ed. – Recife: Pipa Comunicação, 2020, Campina Grande/ PB: EDUFCG.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Ensino Médio. Ministério da Educação, Brasília, DF, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/historico/BNCC_EnsinoMedio_embaixa_site_110518.pdf. Acesso em: 13 de set. 2019.

BUNZEN, Clécio. Reapresentações de objetos de ensino em livros didáticos de língua portuguesa: um estudo exploratório. In: SIGNORINI, I. (Org). Significados da inovação no ensino de língua portuguesa e na formação de professores. Campinas, Mercado de Letras, 2007. p. 79-110.

CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza Cochar. Período composto por subordinação: as orações subordinadas adverbiais. In: CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza Cochar. Gramática Reflexiva: volume único. 3. ed. Reform. – São Paulo: Atual, 2009. pp. 299-307.

FRANCHI, C. Linguagem, atividade constitutiva. Cadernos de Estudos Lingüísticos, n. 22, p. 9-41, 1977.

GERALDI, João Wanderley. Unidades básicas do ensino de português. In: GERALDI, João Wanderley. (org.). O texto na sala de aula. São Paulo: Anglo, 2012. pp. 59-79.

LIMA, Ana. Funções textual-discursivas das 'orações adverbiais' sem matriz. Veredes, v.8, n.1 e n.2, p.53-62, jan./dez. 2004.

LUFT, Celso Pedro. Moderna gramática brasileira. Supervisão Lya Luft; organização Marcelo Módolo; consultoria técnica Mário Eduardo Viaro. – 2.ª ed. rev. e atual. São Paulo: Globo, 2002.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

MENDES-POLATO, Adriana Delmira; MENEGASSI, Renilson José. Atividades linguísticas, epilinguísticas e metalinguísticas: expansão dialógica. Revista de Estudos da Linguagem, v. 28, n. 3, 2020, p. 1059-1098.

MENDONÇA, Márcia. Análise linguística no ensino médio: um novo olhar, um outro objeto. In: BUNZEN, Clecio; MENDONÇA, Márcia. Português no ensino Médio e formação do professor. São Paulo: Parábola Editorial, 2006, p. 109-226.

MENDONÇA, Márcia Rodrigues de Souza. Análise lingüística: por que e como avaliar? In: MARCUSCHI, Beth; SUASSUNA, Lívia. Avaliação em língua portuguesa: contribuições para a prática pedagógica. 1. ed. 1 reimp. Belo Horizonte: Autêntica, 2007, p. 95-110.

PIETRI, Émerson de. Sobre a constituição da disciplina curricular de língua portuguesa. Revista Brasileira de Educação, v. 15, n. 43, 2010, p. 70-83.

POLATO, A. D. M.; MENEGASSI, R. J. A epistemologia dialógica da análise linguística. Fórum Linguístico, v. 16, n. 2, p. 3742-3757, ago. 2019.

SIGILIANO, Natália Sathler. Análise linguística em livros didáticos: uma prática em transformação, um caminho possível. Caminhos em Linguística Aplicada, v. 25, n. 2, 2021, p. 1-23.

SILVEIRA, Denise Tolfo; CÓRDOVA, Fernanda Peixoto. Unidade 2 – A pesquisa científica. In: GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo (orgs.). Métodos de pesquisa. Coordenado pela Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS e pelo Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009, p. 31-42.

SOARES, Magda. Português na escola – História de uma disciplina curricular. In: BAGNO, Marcos (Org.). Linguística da norma. São Paulo: Loyola, 2002, pp. 155-177.

TARTAGLIA, Ednaldo. Livros didáticos sob a ótica do funcionalismo linguístico: o caso do ensino das orações adverbiais. Entrepalavras, v. 8, n. 2, p. 304-322, maio/ago. 2018.

TRAVAGLIA, L. C. Gramática e interação: uma proposta para o ensino de gramática. 14. ed. São Paulo: Cortez, 2009.

VELOSO, Danielle Rodrigues Pereira. Sugestões de atividades de análise linguística com base em avaliação escolar de língua portuguesa no 9º ano do Ensino Fundamental. In: Anais da XXV Jornada Nacional do GELNE, Natal, RN, 01 a 03 de outubro de 2014 / organizadores Marco Antonio Martins, Lucrécio Araújo de Sá Júnior e Sulemi Fabiano Campos. Realização Grupo de Estudos Linguísticos e Literários do Nordeste- GELNE. - Natal, RN: EDUFRN, 2014.

Downloads

Publicado

2022-04-30

Como Citar

Moés, G., & Lobão Assis, D. . (2022). Ensino de língua via análise linguística no livro didático: um redirecionamento da abordagem das orações subordinadas adverbiais. Revista Da Anpoll, 53(1), 99–127. https://doi.org/10.18309/ranpoll.v53i1.1626

Edição

Seção

Estudos Linguísticos (2022)