MULTIMODALIDADE E A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE DO SEM-TERRA

Autores

  • Vanderleiidalice J. Zacchi

DOI:

https://doi.org/10.18309/anp.v2i27.150

Resumo

RESUMO: O objetivo deste trabalho é analisar a maneira como o movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (mST) utiliza os diferentesmodos de produçãode significado e como, nesse processo, é construída sua identidade. A análise será efetuada principalmente a partir de textos impressos, digitais e eletrônicos produzidos pelos sem-terra. Apesar de fazer bom uso das diversas habilidades pressupostas na multimodalidade, o movimento ainda se apoia fortemente no modo linguístico tanto na autorrepresentação quanto na ação social.

PALAVRAS-CHAVE: multiletramento, mST, identidade, Internet, mídia.

ABSTRACT: This paper aims at analysing the identity construction of the Landless Rural Workers movement (mST) by making use of different modes of meaning-construction. The data provided for analysis are based especially on printed, electronic, and digital texts produced by the movement. Although the mST uses multimodal texts extensively, it still relies heavily on the linguistic mode when engaging in both self-representation and social action.

KEYWORDS: multiliteracies, landless movement, identity, Internet, media.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2009-12-15

Como Citar

Zacchi, V. J. (2009). MULTIMODALIDADE E A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE DO SEM-TERRA. Revista Da Anpoll, 2(27). https://doi.org/10.18309/anp.v2i27.150