De Oxum a Pretinha: A Nova Estética da Personagem Negra no Cenário Literário Brasileiro

Carolina Marinho Marcilio, Roberta da Silva Calixto dos Santos, Luciana de Mesquita Silva

Resumo


Este artigo tem por objetivo abordar dois contos presentes na coletânea de contos e crônicas Olhos de azeviche: dez escritoras negras que estão renovando a literatura brasileira (2017), publicada pela editora Malê. Os contos são “Das águas”, de Cristiane Sobral, e a “A Pretinha e o Pretinho”, de Taís Espírito Santo, os quais tratam de questões como a construção da identidade pela mulher negra. Para tanto, buscamos refletir sobre o campo da literatura brasileira, focalizando na vertente da literatura afro-brasileira ou negro-brasileira. Nesse sentido, discutimos como vozes de mulheres negras estão ecoando no contexto literário brasileiro, denunciando o predomínio da branquitude nesse cenário e construindo novas epistemologias. Como arcabouço teórico, utilizaremos os pensamentos de Hall (2000), Duarte (2010), Cuti (2010), Dalcastagnè (2011), entre outros.


Palavras-chave


Literatura afro/negro-brasileira; Escritoras Negras; Olhos de Azeviche

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i50.1323

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Carolina Marinho Marcilio

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.