Novos Estudos do Letramento e Análise da Conversa: O Ajuste ao Interlocutor em Práticas de Letramento em Saúde

Ana Cristina Ostermann, Roberto Perobelli

Resumo


Este artigo propõe a relação entre um dos princípios fundamentais da interações humanas e caro à Análise da Conversa (AC), o princípio ajuste ao/à interlocutor/a, e algumas das características centrais nos Novos Estudos do Letramento (NLS). De forma a elucidar a relação aqui proposta, analisamos atendimentos em saúde em que o profissional de saúde produz explicações a suas pacientes por meio de uma multiplicidade de recursos e da criação e atribuição de sentidos “sob medida” para cada paciente. As análises evidenciam que, ao fazer ajustes de diferentes naturezas às diferentes interlocutoras, o profissional leva em conta os “letramentos em saúde” de cada interagente e oportuniza que o evento consulta seja, também, um evento de letramento. Por fim, a partir da análise minuciosa dos dados, proporcionada pela perspectiva teórico-metodológica da AC, associada aos entendimentos propostos pelos Novos Estudos de Letramento, faz-se uma reflexão sobre Letramento em Saúde, conceito esse amplamente utilizado em países como EUA, Reino Unido e Holanda, e sua relevância para a missão da educação de assegurar uma participação social plena e equitativa a cada cidadão/cidadã.


Palavras-chave


Letramento em Saúde; Novos Estudos do Letramento; Análise da Conversa; Ajuste ao/à interlocutor/a

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i49.1308

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Ana Cristina Ostermann, Roberto Perobelli

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.