Quais clássicos? Um cânone para a Europa

Karine Simoni, Roberto Antonelli

Resumo


O artigo apresenta uma reflexão sobre o cânone literário europeu com o objetivo de averiguar se há um denominador literário comum entre os países da Europa. Além disso, questiona se esses elementos ditos comuns podem agir para superar a crise política, econômica e social enfrentada por aquele continente. A discussão mostra o resultado de duas pesquisas realizadas em 2007 e 2011 pelo Departamento de Estudos Europeus, Americanos e Interculturais da Universidade La Sapienza de Roma e pelo Centro de Iniciativa Democrática de Professores; pesquisa essa que contou com uma amostra de cerca de 3.000 estudantes universitários e de ensino médio, e cerca de 100 professores universitários de literatura. Algumas das questões que nortearam a pesquisa foram: O que cada país entende por “literatura europeia”? Quais  autores e obras a representam? Esses autores e obras podem formar um “cânone” da “literatura européia” capaz de identificar e propor um denominador comum mínimo e um caminho formativo comum para todos os 28 países que atualmente formam a União Europeia? Em que perspectivas globais, ou de Weltliteratur, é possível imaginar as relações entre a literatura europeia e as literaturas de outros países e continentes?

Palavras-chave


Cânone Literário Europeu; Formação; Weltliteratur

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v47i1.1202

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2018 Karine Simoni

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.