Nump e silent nouns: Fronteiras sintáticas na marcação de plural no PB

Bruna Karla Pereira

Resumo


Neste artigo, investiga-se a distribuição do morfema de plural, na estrutura interna do DP, em português brasileiro não padrão (PB). Argumenta-se que essa distribuição é determinada pela posição de cardinais (DANON, 2011; NORRIS, 2014) ou de silent nouns (KAYNE, 2005). Assim, propõe-se que: (I) a posição dos cardinais divide o DP em dois domínios nos quais sintagmas à esquerda de NumP são marcados com o morfema ‘-s’ de plural, enquanto sintagmas à direita de NumP não são; (II) a posição de silent nouns exerce basicamente essa mesma função, em estruturas nas quais os cardinais não podem aparecer; e (III) os traços de número são valorados e interpretáveis em Num (AUGUSTO et al., 2006) e se tornam valorados em D e N após checagem via concordância (PESETSKY; TORREGO, 2006).


Palavras-chave


Concordância nominal em PB; Morfema de plural; NumP; Silent nouns

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i46.1082

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2018 Bruna Karla Pereira

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.