ANÁLISE MULTIMODAL DE UMA HISTÓRIA INVENTADA: O CASO DA ONOMATOPEIA VISUAL

Eduardo Calil, Alessandra Del Re

Resumo


RESUMO: Tomando comoobjetode reflexãooprocesso de escritura em ato de duas alunas de 7 anos de idade que elaboram juntas um mesmo texto (manuscrito escolar), iremos discutir, com o apoio metodológico do programa ELAN, a dimensão multimodal que pode interferir na criação de uma história inventada. Nossa reflexão filia-se a uma concepção de sujeito inscrito no funcionamento linguístico-discursivo e nas relações de alteridade instanciadas pelo dispositivo trinitário próprio da língua, que garantiria ao falante, simultaneamente, unidade e incompletude.

PALAVRAS-CHAVE: processo de escritura em ato, manuscritos escolares, alteridade, histórias em quadrinhos, onomatopeia.

ABSTRACT: The aim of this paper is to discuss the active writing process of two seven- year-old students who together wrote the same school paper. using ELANas a methological support, we argue that the multimodal dimension can interfere in the creation of an invented story. Our thinking depends on conception of a subject inscribed in the operation of a subject-language discourse and on its relations of alterity shown by the device’s own trinitarian language, which will ensure the speaker both unity and incompleteness.

KEYWORDS: writing process in act, school paper, alterity, comics, onomatopoeia.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v2i27.142

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.